Banco de personagens: Mariana queria beijar

Não tinha jeito, ninguém conseguia tirar a ideia maluca da cabeça vazia de Mariana. Vazia de coisas úteis, pois de besteiras aquela cachola estava cheia. E naquele dia, o que não estava deixando Mariana em paz, nem pessoa alguma ao seu redor, era o desejo imprescindível de beijar o cantor famoso que entrou no restaurante acompanhado de uma porção de pessoas desconhecidas. Calhou da moça estar na janela do escritório bem no momento em que o grupo chegou para almoçar ali do lado, para azar de todo mundo. Mariana não teve de pensar nas consequências, sequer se lembrou dos relatórios que estavam sendo seriamente aguardados na mesa na chefia e que, óbvio do óbvio, estavam atrasados, ou suspensos por causa do cantor. E quem conteve a desarvorada? Ninguém. Saiu assim, doidivana mesmo, postar-se em frente ao restaurante. Ficou plantada até a sua vítima sair. Mariana queria beijar. Mariana beijou. Beijou tão rapidamente o cantor, que o beijo não teve gosto de nada. Ainda teve que trabalhar até mais tarde para terminar seu serviço.

Danielle A. Giannini

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s