Banco de personagens: Maria Ghitta

Maria Ghitta chegou na cidade antes do amanhecer e viu tanto movimento na rua, que duvidou do relógio. Não era mentira, ela estava mesmo ouvindo impropérios arremessados de um carro a outro em meio ao congestionamento precocemente matinal. Os tais palavrões chocaram-se com o vidro da janela fechada do automotivo ao lado e tombaram no asfalto ainda frio das primeiras horas do dia. Até a noite, outros muitos palavreados se juntariam àqueles.

Danielle Arantes Giannini