Termo inadequado

Lendo uma porção de textos esta semana, notei que a observação que eu mais fiz foi: “termo inadequado”.  Como encontrei termos inadequados!!! Parece que está difícil encontrar a  palavra certa. Talvez porque de um jeito ou de outro as pessoas pensam que vão se fazer entender, talvez por conta da pressa que convence quem escreve a usar qualquer palavra, talvez porque usar o dicionário seja cansativo ou demorado. Há quem se beneficie com o uso de termos inadequados, como os advogados, que encontram nesses termos as brechas nas leis; creio que outro bocado de gente veja conveniência nos termos inadequados, mas são inadequados por conveniência, têm lá seu valor. O que  maltrata o leitor (ou o ledor) são os termos inadequados porque não deveriam ter sido usados. Seria interessante alguém lançar um movimento a favor da busca do termo adequado, talvez não houvesse mais tanto malentendido.

Salut!

Como nasce o texto V – A leitura


Ler é uma das formas mais eficazes de estar no mundo, de entender o mundo, de fazer o mundo. Apreender o sentido de um texto, seja através de um código verbal ou não-verbal, é a chave para a percepção de si próprio como indivíduo dotado da capacidade de receber mensagens decodificá-las, interagir com os signos e símbolos e a partir de então elaborar um raciocínio que leve a uma crítica, uma dúvida, uma idéia e o que mais a mente quiser. O efeito da leitura pode ser qualquer um, da alegria, satisfação à raiva, revolta ou até indiferença ou indignação frente a textos ruins ou inadequados à nossa possibilidade momentânea de entendê-lo. Também é verdade que quanto mais lemos, mais somos capazes de ler outros textos, textos mais complexos, mais difíceis, mas sutis, enfim, à medida que lemos, vamos nos formando como leitores, num crescente que se inicia na infância para acompanhar o homem sempre.

Se tudo isso funciona para nós, autores, vale na mesma proporção para eles, os leitores. No fundo, leitores somos todos nós, embora nem todos sejam ou venham a ser autores um dia. Se pretendemos que o nosso texto seja lido, é melhor considerar a existência do leitor.